app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Polícia

Crime � apurado

Policiais que investigam a execução do taxista Itamar José do Nascimento, 23, ocorrida no dia 25, às 19h, no bairro do Feitosa, podem a qualquer momento esclarecer o homicídio. Pistas consideradas importantes estão sendo checadas pelos agentes civis. O de

Por | Edição do dia 28/03/2002 - Matéria atualizada em 28/03/2002 às 00h00

Policiais que investigam a execução do taxista Itamar José do Nascimento, 23, ocorrida no dia 25, às 19h, no bairro do Feitosa, podem a qualquer momento esclarecer o homicídio. Pistas consideradas importantes estão sendo checadas pelos agentes civis. O delegado Agnaldo Ramos, que preside o inquérito, acredita que o crime foi cometido por vingança porque nada foi roubado do taxista. “O caso está muito próximo de ser esclarecido”, garante o delegado Ramos, que já interrogou algumas pessoas. O taxista Itamar José do Nascimento havia estacionado o seu Fiat Uno na porta de sua residência, no Feitosa, quando foi cercado por dois elementos encapuzados que abriram fogo contra ele na presença de várias pessoas. As testemunhas fugiram do local temendo ser atingidas pelos disparos. Testemunha Uma testemunha disse à polícia que os criminosos estavam rondando a casa do taxista desde o início da tarde e que, após a prática do crime, fugiram para uma grota existente naquele bairro.

Mais matérias
desta edição