app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Polícia

Aposentado perde controle e mata esposa a machadadas

O trabalhador rural aposentado José Pereira da Silva, 64, foi preso em flagrante, por volta das 3h20 de ontem, em sua residência, na Rua do Amor, em Rio Largo, minutos após matar a golpes de machado a esposa, Áurea Maria da Conceição, 62. O crime foi pr

Por | Edição do dia 03/04/2002 - Matéria atualizada em 03/04/2002 às 00h00

O trabalhador rural aposentado José Pereira da Silva, 64, foi preso em flagrante, por volta das 3h20 de ontem, em sua residência, na Rua do Amor, em Rio Largo, minutos após matar a golpes de machado a esposa, Áurea Maria da Conceição, 62. O crime foi praticado no quarto do casal e a prisão foi efetuada pela polícia local, chamada por vizinhos. O matador, que é pai de onze filhos com Áurea, será transferido para o Instituto Penal São Leonardo. José Pereira da Silva declarou que cometeu o crime num momento de descontrole emocional e não sabe exatamente por que tirou a vida da mulher. “Estou profundamente arrependido por ter cometido este violento homicídio. Meus filhos jamais vão me perdoar. É verdade que tínhamos nossas brigas, como todo casal, mas fazer o que fiz realmente não é humano” - reconheceu o autor do assassinato. O delegado Oldemberg Paranhos, da cidade de Rio Largo, afirmou que já autuou o aposentado e vai efetivamente mandá-lo para a prisão onde ele vai esperar pelo julgamento. Segundo a autoridade policial, José Pereira da Silva parece muito abalado e precisa ser novamente interrogado. – Pelo nosso primeiro contato pude perceber que ele está confuso, mas sempre assumindo a condição de autor do crime -, relata o delegado. No Instituto Médico Legal Estácio de Lima, para onde o cadáver foi conduzido, parentes da vítima evitaram falar sobre a tragédia. O corpo foi submetido a exames e liberado no final da manhã para sepultamento, que ocorreu no cemitério público da cidade de Rio Largo.

Mais matérias
desta edição