app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Comerciante reage a assalto e mata bandido no Feitosa

Ao ter seu estabelecimento comercial invadido por dois assaltantes, às 22h40 de terça-feira, no Feitosa, o comerciante Cícero Zacarias Freitas, 40, matou a tiros Gilcimar da Silva Gusmão, 18, e com a ajuda dos vizinhos prendeu Erivelton Batista Filho, 1

Por | Edição do dia 04/04/2002 - Matéria atualizada em 04/04/2002 às 00h00

Ao ter seu estabelecimento comercial invadido por dois assaltantes, às 22h40 de terça-feira, no Feitosa, o comerciante Cícero Zacarias Freitas, 40, matou a tiros Gilcimar da Silva Gusmão, 18, e com a ajuda dos vizinhos prendeu Erivelton Batista Filho, 18, parceiro da vítima. Depois fugiu do flagrante policial mas será apresentado ao delegado Agnaldo Ramos, do 9º Distrito. Segundo a família do comerciante, os dois assaltantes invadiram o mercadinho e anunciaram o assalto. Gilcimar, conhecido por “Grilo”, que usava um revólver, acionou sua arma contra Cícero Zacarias, que não funcionou. “Naquele momento, meu marido teve que reagir e usou seu revólver para atirar contra o assaltante, que correu alguns metros em direção à grota, onde acabou morrendo”, salienta a esposa do comerciante, que preferiu não revelar o nome, temendo represálias. Erivelton Batista da Silva, que está preso na Delegacia de Roubos e Furtos de Maceió, relatou que o assalto foi tramado por eles. “Entramos no mercadinho e havia muita gente fazendo compras. No momento em que o assalto foi anunciado meu parceiro Gilcimar acionou a arma, que não funcionou. Então, o comerciante pegou a dele e abriu fogo. Tentei fugir mas acabei sendo pego por várias pessoas e vou ter que responder na Justiça”, frisa Erivelton, que reside no Jacintinho. Ontem, no Instituto Médico Legal Estácio de Lima, para onde foi trasladado o cadáver de Gilcimar da Silva Gomes, a família evitou falar sobre o caso e preferiu cuidar da liberação do cadáver para sepultamento. Quanto a Erivelton Batista, será transferido para o Instituto Penal São Leonardo. Segundo a polícia, esse foi o segundo assalto contra o estabelecimento comercial de Cícero Zacarias, que está foragido.

Mais matérias
desta edição