app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

J�ri absolve dom�stica que matou o marido

Sucursal Costa Dourada – A doméstica Ednalva Mendonça dos Santos, 52, acusada do  assassinato do marido, Cícero  Nascimento dos Santos, 41,  ocorrido em julho de 1997, foi  absolvida do delito por júri popular por cinco votos a dois. Ao ser anunciada a a

Por | Edição do dia 05/04/2002 - Matéria atualizada em 05/04/2002 às 00h00

Sucursal Costa Dourada – A doméstica Ednalva Mendonça dos Santos, 52, acusada do  assassinato do marido, Cícero  Nascimento dos Santos, 41,  ocorrido em julho de 1997, foi  absolvida do delito por júri popular por cinco votos a dois. Ao ser anunciada a absolvição da doméstica pelo juiz da Comarca de Maragogi, Ayrton de Luna Tenório, a doméstica recebeu uma salva de palmas do público presente ao julgamento, que prolongou por, aproximadamente, cinco horas. Ednalva, que aguardava julgamento em liberdade, ao sair da Câmara Municipal de Vereadores de Maragogi, onde foi realizado o julgamento, também foi aplaudida pelas pessoas que se encontravam do lado de fora do prédio. Agressões De acordo com os autos do processo, a doméstica teria cometido o crime por ciúmes e por ser constantemente agredida pelo marido todas as vezes que ele chegava embriagado em casa. Na época, o crime obteve grande repercussão em toda a cidade, o que levou a presença de várias pessoas ao julgamento. Cícero Nascimento foi morto com três tiros de revolver calibre 38, atingindo as regiões da cabeça, braço e perna. Todos os filhos da acusada e da vítima prestaram depoimento em defesa da doméstica, testemunhando em favor de Ednalva Mendonça dos Santos, que se encontrava emocionada durante todo o julgamento.

Mais matérias
desta edição