app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Pol�cia Civil prende motorista e aborta assalto a prefeitura

A prisão de José Carlos Catum, 30, apontado pela polícia como motorista da quadrilha, frustou, na última sexta-feira, o roubo do dinheiro do Fundef da Prefeitura de Paripueira. O acusado confessou, em depoimento ao delegado de Roubos e Furtos de Veículo

Por | Edição do dia 09/04/2002 - Matéria atualizada em 09/04/2002 às 00h00

A prisão de José Carlos Catum, 30, apontado pela polícia como motorista da quadrilha, frustou, na última sexta-feira, o roubo do dinheiro do Fundef da Prefeitura de Paripueira. O acusado confessou, em depoimento ao delegado de Roubos e Furtos de Veículos, Jobson Cabral de Santana, que o plano era atacar o carro da Secretaria de Educação, quando o dinheiro fosse retirado de uma das agências do Banco do Brasil, em Maceió. José Carlos apontou como líder da quadrilha um bandido, conhecido por César, que escapou de um cerco montado pelo delegado da DRFV no município de Penedo, no último fim de semana. O delegado acredita que a prisão de José Carlos pode ter chegado ao conhecimento de César, que fugiu com a namorada para Natal, no Rio Grande do Norte, e está sendo caçado pela polícia local. Além do líder, o acusado indicou como membros do bando os marginais Henrique e Fernando, que estão envolvidos no assalto contra funcionários da Prefeitura de Santa Luzia do Norte, ocorrido há uma semana. Eles também são suspeitos do assalto ao Banco do Brasil do Tabuleiro, já que César tinha uma sala alugada num prédio defronte da agência bancária, atacada por bandidos no início do mês de março passado. Um funcionário da Prefeitura de Paripueira, identificado como Amaro Silva de Oliveira, foi ouvido pelo delegado Jobson Santana. Há suspeitas de que ele, de alguma maneira, tinha conhecimento do plano de assalto. Ele negou tudo. O delegado porém indiciou José Carlos em inquérito e tenta agora localizar os demais integrantes da quadrilha.

Mais matérias
desta edição