app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Polícia

Guarda de pres�dio � assassinado

O guarda de presídio Ednaldo Floriano da Silva foi assassinado a tiros de revólver, na manhã de ontem, no Loteamento Santa Lúcia, no Tabuleiro do Martins, onde morava. O homicídio foi praticado por dois homens, que fugiram numa bicicleta, próximo ao Colég

Por | Edição do dia 11/03/2004 - Matéria atualizada em 11/03/2004 às 00h00

O guarda de presídio Ednaldo Floriano da Silva foi assassinado a tiros de revólver, na manhã de ontem, no Loteamento Santa Lúcia, no Tabuleiro do Martins, onde morava. O homicídio foi praticado por dois homens, que fugiram numa bicicleta, próximo ao Colégio Santa Lúcia, na Rua Belmiro Amorim, naquele bairro. O delegado do 10º Distrito, Antônio Barros, que estava de plantão na Central Integrada de Atendimento Policial ao Cidadão (CIAPC II), informou à imprensa que o crime não teve características de assalto, visto que os matadores não levaram nada da vítima, que trabalhava no Presídio São Leonardo. Um homem, que se identificou como Santiago, cunhado do guarda de presídio, revelou que ele estava indo para o trabalho quando foi emboscado e morto. As pessoas que efetuaram os disparos estavam na esquina do colégio, esperando a passagem da vítima. Vítima de ameaças A polícia apurou, também, que desde a semana passada a casa de Ednaldo vinha sendo rondada por veículos. Inclusive, telefonemas estranhos vinham ocorrendo, normalmente no horário que ele saía para o trabalho. A família não soube informar de onde estavam partindo as ameaças. O crime será investigado pelo delegado do 5º Distrito, Cícero Rocha, que recebeu ofício comunicando o fato e determinou a abertura de inquérito. É possível, admite a polícia, que o crime esteja relacionado com outros dois assassinatos de agentes penitenciários, ocorridos nos últimos quatro meses, em Maceió.

Mais matérias
desta edição