app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Polícia

Acusado da pr�tica de chacina morre em tiroteio com a pol�cia

O marginal Elson Bento Nascimento, um dos acusados da prática de uma chacina em Água Branca, distante 282 quilômetros de Maceió, morreu em tiroteio com policiais da Bahia. A troca de tiros aconteceu no município de Vitória da Conquista, logo após o acusad

Por | Edição do dia 12/04/2002 - Matéria atualizada em 12/04/2002 às 00h00

O marginal Elson Bento Nascimento, um dos acusados da prática de uma chacina em Água Branca, distante 282 quilômetros de Maceió, morreu em tiroteio com policiais da Bahia. A troca de tiros aconteceu no município de Vitória da Conquista, logo após o acusado reagir à prisão. A informação foi prestada, ontem, pelo chefe do Setor de Operações da Delegacia de Água Branca, Nidervaldo Cantuária, ressaltando que o confronto ocorreu no início da semana. Elson era um dos responsáveis pelo assalto que culminou na morte do aposentado Antônio Cavalcante Lacerda, 80, sua sobrinha, Maria Cavalcante Lacerda, 36, e de um garoto, Sérgio Cavalcante Lacerda, de 11 anos, que residiam no Sítio Olho D’água de Fora, naquele município do alto sertão alagoano. As vítimas foram executadas a tiros e apenas um recém-nascido que estava na casa sobreviveu. Segundo Cantuária, o assalto teve a participação de outro bandido, identificado como Evanilson Bezerra Lima, que se encontra preso na delegacia local. Ele confessou o crime, revelando ter roubado R$ 50,00, em dinheiro, além de um revólver e uma espingarda calibre 50. Um dia após o latrocínio, Evanilson tentou matar Marivaldo Porfírio de Lima, marido de sua amante, que também reside em Água Branca, ferindo-o no tiroteio. O assaltante também foi baleado, fato que resultou em sua prisão, quando procurou atendimento médico.

Mais matérias
desta edição