app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Polícia

Decretada pris�o de acusado no assassinato de estudante

O juiz Daniel Accioly, que assume o 3º Tribunal do Júri, em Maceió, decretou a prisão preventiva de Márcio André Santos de Andrade, acusado de assassinar brutalmente o estudante de Odontologia Arnaldo Padilha Carvalho, em dezembro de 1996, em Arapiraca.

Por | Edição do dia 20/04/2002 - Matéria atualizada em 20/04/2002 às 00h00

O juiz Daniel Accioly, que assume o 3º Tribunal do Júri, em Maceió, decretou a prisão preventiva de Márcio André Santos de Andrade, acusado de assassinar brutalmente o estudante de Odontologia Arnaldo Padilha Carvalho, em dezembro de 1996, em Arapiraca. A preventiva foi decretada no início do mês, baseada nos antecedentes do acusado. Ao tomar conhecimento do pedido de preventiva, Márcio Andrade sumiu do endereço domiciliar, passando à condição de foragido da Justiça. Na época em que o crime foi praticado, o acusado passou quase quatro anos desaparecido, só se apresentando após ter a prisão preventiva revogada. Márcio será levado a julgamento nesta próxima segunda-feira, às 13 horas, no Fórum de Maceió, onde o processo foi encaminhado por determinação da Promotoria de Justiça. O estudante Arnaldo Padilha Carvalho foi assassinado durante uma festa de confraternização dos funcionários da Ciretran de Arapiraca, realizada na chácara pertencente ao deputado Rogério Teófilo. Várias pessoas que participavam do evento presenciaram o crime. O acusado seria julgado no último dia 19 de março mas o julgamento foi suspenso, o que pode voltar a ocorrer, caso o paradeiro dele continue ignorado.

Mais matérias
desta edição