app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Polícia

Chacina deixa tr�s mortos e um ferido

Sucursal Arapiraca – Alex da Silva Soares, de 15 anos, Edilson dos Santos, 22, e Adailson dos Santos,  21, foram vítimas fatais de vários tiros de pistola 380, deflagrados por indivíduo ainda não identificado. A chacina ocorreu na noite de domingo, na Rua

Por | Edição do dia 23/04/2002 - Matéria atualizada em 23/04/2002 às 00h00

Sucursal Arapiraca – Alex da Silva Soares, de 15 anos, Edilson dos Santos, 22, e Adailson dos Santos,  21, foram vítimas fatais de vários tiros de pistola 380, deflagrados por indivíduo ainda não identificado. A chacina ocorreu na noite de domingo, na Rua Samaritana, bairro Caititus, em Arapiraca. O irmão de Alex, Thiago Ferreira da Silva, recebeu um tiro no joelho, foi o único sobrevivente da chacina. De acordo com Thiago, depois de se divertirem em um bar nas proximidades da Rua Samaritana, os quatro estavam voltando para suas residências, por volta das 7 horas da noite de domingo, quando foram abordados por um indivíduo trajando camisa branca que efetuou vários disparos de pistola 380 contra o grupo que não teve tempo de reagir. Thiago conta que correu em direção contrária ao assassino, mas foi atingido por um tiro na perna. A vítima explica que se jogou no chão para se fingir de morto e tentar salvar a própria vida. A polícia agora quer saber o motivo de Thiago ter mentido para os funcionários do Hospital Regional de Arapiraca, onde foi socorrido depois da chacina. Ele disse no hospital que se chamava Nilo Ferreira. Para os policiais, o sobrevivente é uma testemunha-chave para que a chacina seja desvendada. “Eu pretendo ajudar a polícia nas investigações, mas como tudo aconteceu de forma muito rápida, eu não vi o rosto do criminoso”, disse Thiago Ferreira da Silva. Vingança Segundo informações de policiais, o crime foi algum tipo de vingança e o alvo do criminoso era um dos quatro jovens, mas para não deixar testemunhas, resolveu matar todos. “Felizmente o Thiago sobreviveu e dependendo do que ele disser no depoimento, pretendemos chegar ao assassino ainda esta semana”, afirmou um dos policiais da delegacia de Arapiraca.

Mais matérias
desta edição