app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Polícia

Menor � assassinado a facadas no Tabuleiro

O corpo do estudante José Samuel de Almeida Lima, 14, assassinado com vários golpes de faca-peixeira, foi encontrado, ontem, em um terreno baldio do Conjunto Colibri, no Tabuleiro do Martins. A mãe do menor, Marina de Cássia Almeida Lima, contou à polícia

Por | Edição do dia 23/04/2002 - Matéria atualizada em 23/04/2002 às 00h00

O corpo do estudante José Samuel de Almeida Lima, 14, assassinado com vários golpes de faca-peixeira, foi encontrado, ontem, em um terreno baldio do Conjunto Colibri, no Tabuleiro do Martins. A mãe do menor, Marina de Cássia Almeida Lima, contou à polícia que o filho estava desaparecido desde às 11 horas do último domingo. Segundo Marina de Cássia, o filho estava andando com amigos envolvidos em delitos cometidos no Conjunto Clima Bom II, onde reside. “Não prestei queixa à polícia pelo desaparecimento de Samuel, porque ele era acostumado a sair de casa e não ter hora de chegar”, ressaltou, enquanto aguardava a liberação do corpo de Samuel, no Instituto Médico Legal (IML) Estácio de Lima. Marina de Cássia revelou que o filho devia estar usando drogas, já que alguns adolescentes com que vinha se relacionado são usuários de maconha. “Ele tinha uma entrada na Delegacia de Infância e Adolescência. Mas não esperava que morresse tão cedo e ainda mais de uma forma tão bárbara”, lamentou. O crime está sendo investigado pela equipe da Delegacia do 10o Distrito Policial, chefiada pelo delegado Manuel Bezerra, que já instaurou  inquérito para apurar a morte do estudante. A polícia deve começar a ouvir testemunhas para tentar elucidar o assassinato de José Samuel, que pode ter sido morto por outros adolescentes do bairro onde residia. O cadáver do menor foi encaminhado para o IML, onde foi submetido à necropsia pelos legistas e liberado para sepultamento.

Mais matérias
desta edição