app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Polícia

Assaltante morre ao trocar tiros com policiais

Sucursal Arapiraca – O pernambucano de Águas Belas Josinaldo Pinto de Araújo, de 28 anos, foi morto, por volta das 15 horas de ontem, após trocar tiros com agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Arapiraca. Ele e o comparsa Rodrigo Alexandre de Oliveir

Por | Edição do dia 24/04/2002 - Matéria atualizada em 24/04/2002 às 00h00

Sucursal Arapiraca – O pernambucano de Águas Belas Josinaldo Pinto de Araújo, de 28 anos, foi morto, por volta das 15 horas de ontem, após trocar tiros com agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Arapiraca. Ele e o comparsa Rodrigo Alexandre de Oliveira Lima, de 22 anos, natural de Recife (PE), que já foi preso pelos agentes, tentavam assaltar a Comercial Serra Azul, em Arapiraca. O mototaxista Cícero Barbosa de Albuquerque, vulgo Brandini, está detido na Delegacia de Roubos e Furtos para averiguações. A motocicleta em que Rodrigo trafegava, uma Strada de cor vinho, placa HKP 3247 de Nossa Senhora do Socorro (SE), foi apreendida. A polícia recebera uma ligação anônima, durante a manhã, informando que dois homens estavam em atitude suspeita nas proximidades da Comercial de Bebidas Serra Azul, na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, bairro Brasília, em Arapiraca. Os policiais foram averiguar e foram recebidos a bala pelos dois. Josinaldo correu fugindo do cerco e Rodrigo foi preso após cair da motocicleta. No depoimento, Rodrigo contou que os dois vieram de Pernambuco seguindo informações para assaltar três empresas de Arapiraca: a Comercial de Bebidas Serra Azul, a loja do empresário conhecido por Zezinho Brabo que lida com automóveis, e por fim, o ponto comercial de Cícero Boca-Troncha. Rodrigo disse ainda que Cícero havia fornecido o número do próprio telefone celular, depois de realizar uma corrida para Josinaldo. A polícia estava junto de Cícero, quando ele recebeu um telefonema de Josinaldo. “Eu indiquei que ele desligasse a motocicleta no instante em que o Josinaldo montasse”, ressaltou um dos policiais. Ao ouvir a voz de prisão, Josinaldo, que portava um revólver calibre 38, atirou contra os policiais, que, para se defender, revidaram. Na troca de tiros, o pernambucano foi atingido fatalmente.

Mais matérias
desta edição