app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Polícia

Pol�cia captura acusada de furto na Adefal de Rio Largo

O delegado Oldemberg Paranhos prendeu e autuou em flagrante Reneide Davino da Silva, 31, acusada de furtar um aparelho de televisão CCE, dois ventiladores, um botijão de gás e R$ 200,00, em dinheiro, que havia na gaveta do escritório da Associação dos Def

Por | Edição do dia 24/04/2002 - Matéria atualizada em 24/04/2002 às 00h00

O delegado Oldemberg Paranhos prendeu e autuou em flagrante Reneide Davino da Silva, 31, acusada de furtar um aparelho de televisão CCE, dois ventiladores, um botijão de gás e R$ 200,00, em dinheiro, que havia na gaveta do escritório da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), sediada em Rio Largo, distante 27 quilômetros de Maceió, onde trabalhava há quatro anos. Com ela, a polícia apreendeu também um revólver Taurus, calibre 32. Um detalhe chamou a atenção da polícia, logo após praticar o furto a acusada procurou o coordenador da entidade, Cícero de Almeida Albuquerque, 35, denunciando a ocorrência e o acompanhou até a delegacia local para prestar queixa. Mas durante as investigações os policiais localizaram os objetos furtados dentro da casa dela, fato que levou à sua confissão. “Fizemos o interrogatório e ela resolveu confirmar o que realmente aconteceu na sede da Adefal”. Álibi Reneide revelou ao delegado Oldemberg Paranhos que estava passando necessidades e precisava de dinheiro. Por isso decidiu levar os objetos em um carro de mão, além da importância que estava na gaveta e que, como álibi, comunicou o furto ao coordenador. O delegado de Rio Largo informou que ela foi autuada por furto (Art. 155 CP) e por porte ilegal de arma (Art. 10 da Lei 9.437). O flagrante foi encaminhado à Justiça e a acusada deve ser encaminhada ao São Leonardo. Todo material apreendido pela polícia foi devolvido ao coordenador da entidade, Cícero de Almeida Albuquerque, principal testemunha na peça do flagrante.

Mais matérias
desta edição