app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Polícia

Vigia de rua � suspeito de assassinato

A dona de casa Maria José da Conceição acusou um vigia de rua, identificado por Adriano, de matar seu filho, José Adriano dos Santos, 19, com um tiro de revólver. O atentado aconteceu num trecho da Rua Antônio Gomes, por volta da meia-noite de ontem, e a

Por | Edição do dia 09/05/2002 - Matéria atualizada em 09/05/2002 às 00h00

A dona de casa Maria José da Conceição acusou um vigia de rua, identificado por Adriano, de matar seu filho, José Adriano dos Santos, 19, com um tiro de revólver. O atentado aconteceu num trecho da Rua Antônio Gomes, por volta da meia-noite de ontem, e a vítima morreu no fim da manhã na Unidade de Emergência Armando Lages. Maria José afirmou, enquanto aguardava a liberação do corpo do filho, necropsiado no Instituto Médico Legal Estácio de Lima, que José Adriano saiu de casa logo cedo para se encontrar com colegas. “Passava da meia-noite quando ele chegou agonizando, dizendo que tinha sido baleado pelo vigia”, afirmou. Ela acrescentou ter perguntado ao filho o motivo da agressão e Adriano foi categórico em afirmar que não fez nada e que estava apenas passando pela rua, quando o acusado sacou o revólver e fez os disparos, fugindo em seguida. Maria declarou desconhecer qualquer tipo de problema envolvendo os dois, acrescentando que o atentado foi um ato de vandalismo. O delegado regional de União dos Palmares, Reginaldo Assumpção, foi informado da ocorrência, abriu inquérito e realiza diligência para prender o acusado. A mãe da vítima deve prestar depoimento, amanhã. Uma testemunha que assistiu à agressão também foi notificada pela polícia para depor.

Mais matérias
desta edição