app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Polícia

Universit�rios denunciam onda de assaltos e protestam contra aus�ncia de policiamento

Estudantes da Faculdade de Alagoas (FAL) fizeram um protesto, no início da noite de ontem, exigindo da direção da instituição e da Secretaria de Defesa Social (SDS) mais segurança próximo ao prédio do colégio Santa Úrsula, na Jatiúca, onde funciona uma

Por | Edição do dia 15/05/2002 - Matéria atualizada em 15/05/2002 às 00h00

Estudantes da Faculdade de Alagoas (FAL) fizeram um protesto, no início da noite de ontem, exigindo da direção da instituição e da Secretaria de Defesa Social (SDS) mais segurança próximo ao prédio do colégio Santa Úrsula, na Jatiúca, onde funciona uma das unidades da FAL. O alunos alegam que acontecem cerca de três assaltos por dia e que já foram registrados dois casos de seqüestro-relâmpago. Segundo o aluno Paulo Alexandre Lessa, que teve seu carro roubado quando chegava à faculdade, existe uma quadrilha de assaltantes atuando na área, uma vez que as características dos ataques são as mesmas. “Eles sempre estão bem vestidos e são confundidos com alunos, já que são jovens”, informou, acrescentando que a direção da FAL tem o dever de oferecer mais segurança aos estudantes. Já o drama da aluna Denise Prestes é um dos que mais chocaram os alunos da faculdade. Ela foi seqüestrada quando parava seu automóvel em frente ao prédio onde funciona a FAL. “Eles entraram no carro, mandaram baixar a cabeça e fui obrigada a parar em vários caixas eletrônicos para fazer saques de minha conta bancária. Tive um prejuízo material de quase R$ 1 mil, mas isso é pouco em relação ao trauma psicológico que sofri”, ressaltou. A estudante Lúcia Maria Albuquerque também foi vítima da quadrilha. “Eles apontaram o revólver para minha cabeça e me obrigaram a entregar todos os meus pertences”, contou. Apoio A diretora da FAL, Lícia Gatto, afirmou que a instituição entende e apóia o protesto dos estudantes, uma vez que já foram enviados vários pedidos à SDS para que policiais sejam enviados para fazer a segurança na área. “Os alunos sugeriram que fosse acrescentada ao valor da mensalidade a quantia de R$ 2,00 para a contratação de seguranças particulares, mas nós pagamos impostos e esse serviço é obrigação do poder público”, frisou.

Mais matérias
desta edição