app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Polícia

Pol�cia investiga funcion�rios e poss�vel conex�o com Recife

| REGINA CARVALHO Repórter A Polícia Civil investiga uma possível conexão Recife (PE) no assalto à agência do Multibank, no dia 7 deste mês. “Uma das linhas de investigação que temos aponta que foram dois homens do Recife que praticaram o assalto”, decl

Por | Edição do dia 14/12/2005 - Matéria atualizada em 14/12/2005 às 00h00

| REGINA CARVALHO Repórter A Polícia Civil investiga uma possível conexão Recife (PE) no assalto à agência do Multibank, no dia 7 deste mês. “Uma das linhas de investigação que temos aponta que foram dois homens do Recife que praticaram o assalto”, declarou o delegado da Roubos e Furtos, Cícero Lima. As investigações realizadas até agora indicam que o assalto já havia sido planejado com antecedência e que os homens vieram a Maceió exclusivamente para assaltar a agência do Multibank, na Rua do Sol, Centro, fato que intrigou o delegado Lima. Segundo informações de funcionários prestadas à polícia, os assaltantes não conseguiram levar todo o montante de dinheiro que estava no cofre da empresa. “Disseram em depoimento que foram R$ 10 mil”, informou o delegado, não descartando a hipótese de terem levado mais dinheiro durante a abordagem. Na última segunda-feira, uma funcionária do Multibank, de nome não revelado pela polícia, foi ouvida por Cícero Lima. O depoimento reforçou a tese de que pode ter havido conivência de funcionários da agência no assalto. “Essa pessoa recebeu o telefonema da suposta empresa do Recife que faria a manutenção. Ela confirmou a vinda deles sem a comunicação prévia via fax como sempre ocorria. Estou investigando uma possível facilitação de funcionários”, contou Cícero Lima. Entrada no cofre-forte O delegado não quis adiantar detalhes sobre o caso para não atrapalhar as investigações. “Estamos apurando. Estou investigando porque foi autorizada a entrada desses homens no cofre-forte. Enfim porque um funcionário teria autorizado esse acesso”, lembra Lima. O fato de o assalto ter sido praticado por homens de outro Estado foi reforçado por Marcos Figueiredo, Valéria Sales e Gisleide de Oliveira, funcionários que foram mantidos como reféns pelos assaltantes. Eles declararam em depoimento ao delegado que os homens tinham sotaque diferente. A agência central do Multibank estava com todo o dinheiro arrecadado entre os postos distribuídos em vários pontos. “A empresa responsável pela arrecadação desse dinheiro é do Recife”, explica o delegado. Policiais militares que fazem segurança nas imediações do Multibank da Rua do Sol informaram que a empresa não contava com seguranças particulares no dia do assalto.

Mais matérias
desta edição