app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Polícia

Acusado de matar funcion�rio vai a j�ri

| MARCOS RODRIGUES Repórter O julgamento de Gastão Arruda, acusado de matar a tiros o servidor Josival de Oliveira, em dezembro de 1993, foi adiado para o próximo ano. Gastão, filho do ex-diretor da Casal Sílvio Arruda, é acusado de matar Oliveira, na é

Por | Edição do dia 15/12/2005 - Matéria atualizada em 15/12/2005 às 00h00

| MARCOS RODRIGUES Repórter O julgamento de Gastão Arruda, acusado de matar a tiros o servidor Josival de Oliveira, em dezembro de 1993, foi adiado para o próximo ano. Gastão, filho do ex-diretor da Casal Sílvio Arruda, é acusado de matar Oliveira, na época servidor da Casal, em uma greve na companhia de saneamento. Ontem, o advogado José Costa apresentou ao juiz Alberto Jorge atestado médico indicando que Gastão está sofrendo de uma crise de gota. “O julgamento ficou para 20 de fevereiro”, confirmou o magistrado. Gastão será julgado por homicídio duplamente qualificado. Ele teria cometido o crime por motivo fútil, sem chances para a vítima. Josival foi atingido nas costas com seis disparos de uma pistola. Desde que o caso chegou à Justiça, em 1994, graças aos recursos da defesa, o processo vem se arrastando. O TJ manteve a acusação de homicídio. Um recurso remeteu o caso ao Ministério Público Federal, dois anos depois foi para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), onde ficou por mais quatro anos. Como até o STJ manteve a acusação, depois de 13 anos, Gastão vai ser julgado.

Mais matérias
desta edição