app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Polícia

Ex-nora acusada na morte de dom�stica

| IVAN NUNES Repórter União dos Palmares - Um conflito de família no bairro Santa Fé, na zona rural do município de União dos Palmares, acabou em tragédia na noite do domingo passado, dia 15, quando a doméstica Maria José da Conceição, 54, conhecida com

Por | Edição do dia 17/01/2006 - Matéria atualizada em 17/01/2006 às 00h00

| IVAN NUNES Repórter União dos Palmares - Um conflito de família no bairro Santa Fé, na zona rural do município de União dos Palmares, acabou em tragédia na noite do domingo passado, dia 15, quando a doméstica Maria José da Conceição, 54, conhecida como “dona Mariquinha da Santa Fé”, foi assassinada a golpes de facão. O acusado é Valdo Artur, 40, com quem, segundo testemunhas, a ex-nora da vítima, Quitéria Floraci, conhecida como “Zunga”, mantinha um relacionamento amoroso. A vítima foi assassinada no quintal de casa, com golpes de facão na cabeça e no pescoço. De acordo com testemunhas, o relacionamento entre a vítima e a ex-nora vinha abalado desde que Quitéria Floraci se separou do marido. Sogra e nora passaram, então, a se desentender. Vizinhos contaram à polícia que a disputa por uma casa de taipa onde Quitéria Floraci vivia com o namorado e três filhos menores, netos de Maria da Conceição, teria motivado o crime. Armadilha A vítima chegou a prestar queixa na Delegacia de Polícia de União dos Palmares, onde teria declarado que o casal se negava a conservar a casa que pertencia a ela. Quitéria Floraci e Valdo Artur vinham sendo acusados de destelhar a casa onde as crianças viviam com a mãe. Segundo ainda os vizinhos, Quitéria Floraci teria atraído Maria José da Conceição para a morte. A polícia chegou a prender o casal, que semanas depois teria arquitetado um plano para assassinar Maria da Conceição. Os vizinhos contam que na noite do domingo passado, Valdo Artur e Quitéria Floraci estavam embriagados quando resolveram tirar a limpo com a vítima sobre a posse da casa. Os vizinhos dizem ainda que antes do crime a vítima teria sido agredida pela ex-nora. Quitéria Floraci teria pedido, então, ajuda do namorado. Valdo Artur teria entrado em ação e de posse de um facão atingido Maria da Conceição, que teve morte instantânea. Foragidos Até a noite de ontem, a polícia não tinha conseguido prender os acusados. Eles fugiram deixando as crianças, enquanto Maria da Conceição foi sepultada no cemitério do “Vajão”, zona rural do município. As diligências para prender os acusados devem continuar nesta terça-feira, segundo informou ontem a polícia de União.

Mais matérias
desta edição