app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Tiro contra PM atinge garoto de 8 anos

| EDNELSON FEITOSA Repórter Uma criança ficou paraplégica após ser atingida por uma bala perdida, durante atentado contra um policial militar, ocorrido no Conjunto Denisson Menezes, no Tabuleiro do Martins. Pedro Rodrigues dos Santos, de oito anos, está

Por | Edição do dia 17/01/2006 - Matéria atualizada em 17/01/2006 às 00h00

| EDNELSON FEITOSA Repórter Uma criança ficou paraplégica após ser atingida por uma bala perdida, durante atentado contra um policial militar, ocorrido no Conjunto Denisson Menezes, no Tabuleiro do Martins. Pedro Rodrigues dos Santos, de oito anos, está internado na Unidade de Emergência Armando Lages, no Trapiche da Barra. O acusado, identificado como David da Silva Batista, 20, foi preso e autuado em flagrante pela delegada Lucy Mônica, de plantão na Deplan II. A confusão começou por volta das 5 horas do último domingo, quando o soldado PM José Arnaldo Gomes de Oliveira estava num ponto de ônibus, indo para o trabalho, e ouviu estampidos. Ele estava armado, mas sem farda e se deslocou ao local onde estava ocorrendo uma briga entre David Batista e um vizinho, que não foi identificado pela polícia. Quando o militar se aproximou os tiros haviam cessado e David havia fugido. O PM tinha voltado para o ponto de ônibus, na companhia da esposa, Maria Cícera de Araújo, quando foi atingido por um tiro no peito deflagrado por David, que havia retornado com a arma remuniciada e pilotando uma motocicleta. Um dos tiros atingiu a criança, que passava no local. No momento em que David tentou fugir, o militar atirou e atingiu a moto. O soldado e a criança foram conduzidos à Unidade de Emergência. O militar recebeu atendimento médico e foi transferido para o hospital da PM. A criança ficou internada e, segundo a delegada Lucy Mônica, ficou paraplégica. FUGA cinematográfica Com a moto danificada pelos tiros do militar, David iniciou uma fuga cinematográfica. Ele rendeu o motorista e seqüestrou um ônibus da Empresa Piedade, que estava no Terminal do Village Campestre II, descendo no Loteamento Sol Nascente, no Benedito Bentes, onde tomou uma bicicleta, R$ 10,00 de uma senhora e roubou um Puma, branco, levando como refém Alan Cavalcante. O carro ficou sem combustível e ele tentou roubar um segundo carro, de marca Uno. O sargento PM Seixas conseguiu prender o acusado no Conjunto Benedito Bentes. “Ele jogou a arma fora, mas estamos tentando localizar”, informou o militar. Ainda assim só “assume o crime a partir do seqüestro do ônibus, alegando que estava fugindo de uma agressão”, completou o sargento PM. A versão de que ele negou ter atirado no soldado, que pertence ao Batalhão de Radiopatrulha, é confirmado pela delegada Lucy Mônica.

Mais matérias
desta edição