app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Polícia

Mototaxista � morto com mais de 17 tiros ap�s festa religiosa

| IVAN NUNES Repórter União dos Palmares - O mototaxista Júlio Pereira da Silva, 23, residente no bairro Roberto Correia de Araújo, foi assassinado ontem por volta das duas horas da manhã quando voltava para casa depois de ter participado dos festejos e

Por | Edição do dia 18/01/2006 - Matéria atualizada em 18/01/2006 às 00h00

| IVAN NUNES Repórter União dos Palmares - O mototaxista Júlio Pereira da Silva, 23, residente no bairro Roberto Correia de Araújo, foi assassinado ontem por volta das duas horas da manhã quando voltava para casa depois de ter participado dos festejos em homenagem a São Sebastião. Ele recebeu mais de 17 tiros, segundo seu pai, o agricultor Severino Dário, 48 que acompanhou a necropsia do filho no Instituto Médico Legal (IML) em Maceió. A vítima teria sido abordada no bairro Alto do Cruzeiro, que depois das 22h fica praticamente deserto devido à falta de iluminação pública. Protesto A Polícia Civil de União dos Palmares trabalha com a hipótese de que o mototaxista tenha sido assassinado por vingança. Familiares da vítima negam que ele tivesse inimigos e destacam o bom relacionamento profissional mantido com os colegas. Eles distribuíram cartazes na cidade condenando os recentes casos de violência, sem que ninguém venha a ser punido e alertando para crimes hediondos. Um dos cartazes com a foto de Júlio fazendo sinal de “paz e amor” dizia: “A violência que se abate sobre União dos Palmares me tornou sua mais recente vítima. Comigo morreram minha vida; minha juventude e meu futuro, parem com isto!”. O corpo do mototaxista será sepultado agora de manhã no cemitério público.

Mais matérias
desta edição