app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Polícia

Assalto frustrado leva um para a pris�o

| EDNELSON FEITOSA Repórter Quatro bandidos invadiram, na noite de terça-feira, a residência do empresário João de Aquino Lima, 62, proprietário da rede de postos de combustíveis J. Aquino, localizada na Rua Francisco Amorim Leão, no Farol. Ele foi rend

Por | Edição do dia 19/01/2006 - Matéria atualizada em 19/01/2006 às 00h00

| EDNELSON FEITOSA Repórter Quatro bandidos invadiram, na noite de terça-feira, a residência do empresário João de Aquino Lima, 62, proprietário da rede de postos de combustíveis J. Aquino, localizada na Rua Francisco Amorim Leão, no Farol. Ele foi rendido quando estava no quarto com a esposa. “Um marginal entrou no meu quarto e disse que era um assalto. Percebi que havia outros três dentro de casa”, afirmou o empresário. Os ladrões queriam dinheiro e objetos de valor e exigiram também que se mostrasse onde era o cofre. Aquino, a mulher, dois filhos e o jardineiro ficaram reféns de um bandido armado dentro do quarto por cerca de 15 minutos. João de Aquino Lima revelou à polícia que o alarme disparou e os três marginais que estavam na sala empreenderam fuga, o último a deixar o local foi Claudemir Farias dos Santos, 26, que rendia a família com uma pistola calibre 380. Ele foi preso no momento em que pulava o muro da casa. Um vizinho, que percebeu a movimentação de pessoas estranhas na casa do empresário, telefonou para o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). Militares do 4º Batalhão e da Radiopatrulha se deslocaram para o Farol, invadindo a residência. O sargento PM Joziel Nascimento da Silva, do 4º Batalhão, declarou que sua equipe vasculhava a parte externa da casa, quando Claudemir correu e pulou o muro. Ele foi preso pelos motoristas das viaturas do lado de fora, portando a pistola 380. Segundo Jaziel, as vítimas permaneceram no quarto, sem saber o que estava ocorrendo, até poderem sair em segurança. Os assaltantes não tiveram tempo de levar nada. Chamou a atenção da polícia o horário escolhido pelos bandidos para praticar o assalto: eram 20h30. Claudemir confessou o crime ao delegado Nilson Alcântara, de plantão na Deplan I. Ele cumpriu pena de dois anos e meio e deixou o sistema prisonal do Estado há oito meses. Segundo o acusado, um amigo, identificado como “Bibiu”, foi quem planejou o roubo. Os outros dois cúmplices eram adolescentes, de 16 e 17 anos. Ele foi levado para a Delegacia de Roubos e Furtos.

Mais matérias
desta edição