app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Polícia

STJ liberta acusado de matar estudante

| GILVAN FERREIRA Repórter O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo Medina, concedeu habeas-corpus ao lutador de jiu-jítsu e estudante de Educação Física Diego Ramirez Pinheiro, 26, o “Diego Bomba” acusado do assassinato do estudante Is

Por | Edição do dia 11/04/2006 - Matéria atualizada em 11/04/2006 às 00h00

| GILVAN FERREIRA Repórter O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo Medina, concedeu habeas-corpus ao lutador de jiu-jítsu e estudante de Educação Física Diego Ramirez Pinheiro, 26, o “Diego Bomba” acusado do assassinato do estudante Israel Sampaio, 21, executado com um tiro de revólver 38 na cabeça, e de ferir mais três pessoas, em um atentado ocorrido em janeiro do ano passado, durante show na boate Marquês d’Latravéia, em Jaraguá. Israel Sampaio e as três pessoas feridas no atentado estavam na fila para comprar ingressos para o show do grupo Nação Zumbi. Diego Bomba foi indiciado pelo delegado Dalmo Lima por homícidio. Em seu depoimento, ele alegou que no momento do crime dormia com a sua namorada, Lara Alves. ///

Mais matérias
desta edição