app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Polícia

Jovem � assassinado com crueldade

Um crime brutal impressionou moradores do município de Marechal Deodoro, ontem. Warner Santos de Carvalho, 23 anos, foi encontrado morto numa mata da cidade, com as orelhas arrancadas e as vísceras expostas. Segundo a família da vítima, Warner foi levado

Por | Edição do dia 19/04/2006 - Matéria atualizada em 19/04/2006 às 00h00

Um crime brutal impressionou moradores do município de Marechal Deodoro, ontem. Warner Santos de Carvalho, 23 anos, foi encontrado morto numa mata da cidade, com as orelhas arrancadas e as vísceras expostas. Segundo a família da vítima, Warner foi levado de casa, na noite da última segunda-feira, 17, por quatro homens armados, vestidos com coletes da Polícia Civil, num Fiat Uno sem placas. O pedreiro Cícero José Viana, 48, encontrou o corpo. “Fui pegar mangas quando vi um monte de urubus, depois vi uma poça de sangue e um homem emborcado. Corri e chamei a polícia”, contou. Moradores da região dizem que um carro, modelo Fiat Uno, cor escura, foi visto por volta das 22h entrando na mata. “Achamos muito estranho”, disse um deles, sem revelar o nome. Warner Santos dormia quando os quatro homens invadiram sua residência, no bairro de Massagueira, de acordo com Gessé Santana, 23, um dos dois rapazes que moravam com Warner e sua esposa, Rosilene Henrique dos Santos, 31, além dos dois filhos do casal, um de 1 ano e 10 meses e outro de apenas 4 meses. “Perguntaram pelo dono da casa e logo invadiram o quarto onde Warner dormia. Algemaram ele e queriam levá-lo sem roupas. A esposa não deixou e disse que ia anotar a placa do carro, quando um dos homens apontou o revólver para ela. Pediram para a gente fechar as portas e não sair de casa”, disse Gessé. CS ///

Mais matérias
desta edição