app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5713
Política

Ex-senador Ant�nio de Freitas Cavalcanti morre aos 94 anos

O ex-senador Antônio de Freitas Cavalcanti morreu ontem, aos 94 anos. Seu corpo será sepultado hoje, às 10h, no jazigo da família, no cemitério Parque das Flores. Ele deixou os filhos Celso, João Jaques, Maria Teresa e Maria Cristina. Antônio de Freitas

Por | Edição do dia 30/08/2002 - Matéria atualizada em 30/08/2002 às 00h00

O ex-senador Antônio de Freitas Cavalcanti morreu ontem, aos 94 anos. Seu corpo será sepultado hoje, às 10h, no jazigo da família, no cemitério Parque das Flores. Ele deixou os filhos Celso, João Jaques, Maria Teresa e Maria Cristina. Antônio de Freitas exerceu importantes funções ao longo de sua vida, incluindo 22 anos de atividade parlamentar. Foi nomeado presidente do Tribunal de Contas da União, no período de 1965 e 1966, pelo então presidente da República, Jânio Quadros, sendo o único alagoano a ocupar esse cargo em toda a história. Antônio de Freitas foi eleito deputado estadual, pela primeira vez, em 1940, tendo como base de apoio as cidades do Litoral Sul e Baixo São Francisco. Foi, por duas vezes, deputado federal, no período de 1945 a 1954, sendo o parlamentar eleito mais votado pela UDN. Na Câmara dos Deputados desempenhou várias funções de destaque, entre elas vice-líder do bloco udenista. No período de 1954 a 1962 foi eleito um dos senadores de Alagoas, tendo participação importante na eleição de Jânio Quadros no Estado. O ex-senador Antônio de Freitas Cavalcanti foi membro da Academia Alagoana de Letras e do Instituto Histórico de Alagoas. Sua morte foi lembrada no Senado, pelo ex-presidente José Sarney, que foi seu companheiro de UDN.

Mais matérias
desta edição