app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Política

TRE e Ceal desenvolvem plano de a��o para as elei��es

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL), desembargador Jairon Maia Fernandes, e o diretor-geral do órgão, Edney dos Anjos, estiveram reunidos, na última quinta-feira, com o diretor-técnico da Companhia Energética de Alagoas (Ceal), Geraldo Sa

Por | Edição do dia 08/09/2002 - Matéria atualizada em 08/09/2002 às 00h00

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL), desembargador Jairon Maia Fernandes, e o diretor-geral do órgão, Edney dos Anjos, estiveram reunidos, na última quinta-feira, com o diretor-técnico da Companhia Energética de Alagoas (Ceal), Geraldo Santiago, com o objetivo de dar tranqüilidade à eleição, evitando problemas de falta de energia elétrica durante o pleito. A reunião aconteceu na sede do TRE/AL e ambas as instituições estão empenhadas em realizar um trabalho de parceria no sentido de evitar eventuais problemas que possam emperrar o andamento das eleições. Jairon Maia Fernandes considerou de fundamental importância o encontro com o diretor da Ceal, que teve como prioridade o Plano de Ação para as eleições deste ano. Segundo ele, sua preocupação é que o pleito eleitoral seja o mais tranqüilo que já presidiu. “Para isso acontecer temos que garantir energia para a utilização das urnas eletrônicas e a segurança. Não vamos admitir bagunça ou desordem”, afirmou o desembargador, confessando que vai agir com rigidez, para dar tranqüilidade do pleito. Concessionária Além do diretor Geraldo Santiago, estiveram presentes à reunião os superintendentes da concessionária de energia, engenheiros Miguel Orsollete (Metropolitano), Huayna Padilha (Interior) e Matheus Lucena (Operação), que falaram sobre a atuação da Ceal no dia 6 de outubro. Santiago disse que a empresa fará todo o empenho para evitar qualquer tipo de queda de energia elétrica. O Plano de Ação deverá ser entregue amanhã, contendo os nomes das gerências operacionais da área metropolitana e do interior do Estado. Também ficou decidido na reunião que o servidor da Ceal que for relacionado para trabalhar no dia da eleição terá prioridade de votar na sua seção. O presidente do TRE/AL revelou que, por medida de prevenção, o órgão adquiriu cerca de 2 mil baterias, que podem ficar até quatro horas dando condições de funcionamento às urnas eletrônicas. Ele sugeriu também que a Ceal, já que possui o serviço de “mala direta” com 580 mil consumidores do Estado, faça a distribuição da “cola”, mostrando como os eleitores devem votar. Normalidade Para ele, o trabalho de parceria com a Ceal é importante e espera que transcorra dentro da normalidade como aconteceu em 2000, nas eleições municipais, onde tudo foi feito com tranqüilidade sem a falta de energia. “Nosso objetivo é de que qualquer incidente que por ventura venha ocorrer no dia da votação seja solucionado no menor espaço de tempo possível”, disse Jairon Maia. Além da Ceal, o TRE/AL também está mantendo contatos com a Telemar e a Embratel, com o mesmo objetivo: garantir a tranqüilidade do pleito. “Estamos em conversações e na próxima semana os dois órgãos deverão entregar os respectivos planos de ação”, finalizou o presidente do TRE/AL.

Mais matérias
desta edição