app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Política

Maioria dos eleitores desconhece candidatos ao Senado

FERNANDA MEDEIROS O leitor seria capaz de responder, sem muito pestanejar, quantos são os candidatos que concorrem ao cargo de senador, em Alagoas? E quais são os nomes deles? Alguém saberia dizer? O questionamento parece meio difícil de ser respondi

Por | Edição do dia 22/09/2002 - Matéria atualizada em 22/09/2002 às 00h00

FERNANDA MEDEIROS O leitor seria capaz de responder, sem muito pestanejar, quantos são os candidatos que concorrem ao cargo de senador, em Alagoas? E quais são os nomes deles? Alguém saberia dizer? O questionamento parece meio difícil de ser respondido, pois pesquisas recentes apontam que a maioria do eleitorado brasileiro desconhece os candidatos que estão na disputa por este cargo. “São muitos e a gente só decora mesmo os nomes daqueles em que vamos votar”, justificam os eleitores desinformados. Em Alagoas, o quadro não é diferente. Mesmo com a entrada do horário eleitoral gratuito, o índice de desconhecimento dos candidatos ainda é elevado. Percebe-se esse fato circulando pelas ruas da capital alagoana, por exemplo, e conversando com as pessoas. A maioria se atrapalha e não sabe responder. A agente administrativa Edineide Augusta dos Santos respondeu à pergunta: “A senhora sabe quantos são os candidatos ao Senado em Alagoas?” da seguinte forma: “São oito, mas não sei quais são eles”, disse. Edineide afirmou que só assiste ao Guia Eleitoral na TV, de vez em quando, pois alega que não tem tempo para isso. “O nome de todos eu não sei. Só posso responder os nomes de dois”, explicou. Convicção Altair Rozendo da Silva, também agente administrativo, disse que são sete candidatos ao Senado, mas só sabe os nomes dos dois em que irá votar. Altair errou na resposta, apesar de ter respondido com a convicção de que estava realmente correto. “Eu me confundi”, apressou-se em dizer, após ter sido informado que, em Alagoas, oito candidatos disputam o cargo para senador. Sobre essa questão do desconhecimento por parte dos eleitores, ele afirma que a culpa é dos próprios candidatos que, segundo ele, não se interessam em aparecer mais para o eleitor e divulgar suas propostas. “Inclusive, os que estão concorrendo à reeleição deveriam divulgar mais os trabalhos que já realizaram. A população ainda está desinformada”, comentou. Tempo Outro fato que contribui para que o eleitor desconheça os candidatos, de acordo com ele, é o tempo que eles dispõem no programa eleitoral gratuito. “Há candidatos com maior tempo de exibição. Esses têm mais vantagem. Além disso, as propostas de cada um contam como um fator positivo para o devido reconhecimento por parte do eleitor. Tem candidato que só fala mal dos adversários. Isso o torna antipático e coloca o desinteresse no eleitor”, completou Altair. O ambulante Isaque Saldanha de Menezes revelou que não sabe quantos são os pretensos candidatos ao Senado. Muito menos ele sabia que, este ano, teria de votar em dois senadores. “E a gente tem que votar em dois candidatos para este cargo?!”, perguntou, demonstrando grande surpresa. “É que sou crente e não possuo aparelho de televisão em casa, pois minha religião não permite. Por isso, não acompanho o horário político”, apressou-se em justificar-se. “Além disso, passo a maior parte de meu tempo trabalhando fora de casa e não me ligo nesses assuntos. Só decorei os nomes dos candidatos em que vou votar. Os outros não me interessam”, revelou, acrescentando que para o governo do Estado sabe apenas o nome de três dos seis candidatos que disputam o Palácio dos Martírios. “E tem mais do que isso? Quem são os outros candidatos e quantos são?”, perguntou.

Mais matérias
desta edição