app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Política

Cinco mil eleitores ainda n�o pegaram os t�tulos

FERNANDA MEDEIROS Em Maceió, cerca de cinco mil pessoas ainda não foram pegar os respectivos títulos eleitorais, segundo balanço fornecido pelos três cartórios eleitorais da capital alagoana. Desse total, a maioria corresponde a títulos inscritos este

Por | Edição do dia 05/10/2002 - Matéria atualizada em 05/10/2002 às 00h00

FERNANDA MEDEIROS Em Maceió, cerca de cinco mil pessoas ainda não foram pegar os respectivos títulos eleitorais, segundo balanço fornecido pelos três cartórios eleitorais da capital alagoana. Desse total, a maioria corresponde a títulos inscritos este ano (3.430), já os remanescentes, correspondentes aos anos 2000 e 2001, ainda não foram entregues 1.603 unidades. O Cartório da 1ª Zona Eleitoral, que funciona no Farol, tem 169.680 eleitores, 357 seções e 41 locais de votação. Dos 22 mil títulos inscritos este ano, o cartório já entregou 21 mil e faltam ser entregues 1 mil unidades do documento. Já os remanescentes que não foram entregues somam 2 mil unidades. A 1ª Zona Eleitoral é a maior da Capital. Segundo o chefe do cartório, coronel Nelson Nascimento, muitas pessoas que não foram pegar os títulos já são falecidas, mudaram de endereço, Estado ou País e não atualizaram o cadastro. Atrasados Ontem, ainda havia gente na fila para receber o documento. Hoje, o movimento também deve continuar. “Não vim antes porque não tive tempo”, justificou o autônomo Ederson Alves dos Santos. Segundo ele, foi buscar a segunda via do título. Apesar de ter ido receber o documento às vésperas do dia da votação, ele disse que já escolheu os candidatos e já sabe como funciona a urna eletrônica. “O atraso foi só em relação ao recebimento do título, quanto aos procedimentos restantes da eleição, estou bem adiantado. Já sei tudo”, garantiu. Já o motorista Cristóvão Eugênio Nogueira estava na fila desanimado. “Venho buscar o título porque sou obrigado a votar, pois acho que não vale a pena o sacrifício. Sair de casa para votar é pior ainda”, disse, acrescentando que ainda não escolheu os candidatos. “Só vou decidir na hora de digitar os números na urna eletrônica”, completou. No Cartório da 2a Zona Eleitoral, localizado no bairro da Ponta Verde,  os dados mostram que dos 3.412 títulos inscritos este ano, foram entregues 3.359, restando apenas 53 unidades para entregar. “São poucos, já  que realizamos o trabalho da Justiça Eleitoral Itinerante, que efetuou a entrega de títulos de forma antecipada”, disse o chefe do cartório, Leonardo Medeiros. Dos remanescentes (200/2001) da 2ª Zona, não foram entregues 500 títulos. Na 2ª Zona, existem 124.822 eleitores, com 259 seções e 37 locais de votação. Já no Cartório da 3ª Zona Eleitoral, situado na Praça Sinimbu, no Centro, dos 12.045 títulos inscritos, este ano, só não foram entregues 550 unidades. Dos remanescentes, 930 títulos ainda não foram entregues, de um total de 11 mil unidades, segundo informou o chefe do cartório, João Alves. Vale destacar que a 3ª Zona possui 121.515 eleitores, com 261 seções e 38 locais de votação.

Mais matérias
desta edição