app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Política

Serra agradece a eleitores e deseja boa sorte a petista

São Paulo – Em pronunciamento feito ontem à noite, o candidato derrotado à Presidência da República, José Serra (PSDB), disse que respeitava a voz soberana dos eleitores que escolheram para os próximos quatro anos seu adversário para governar o país.

Por | Edição do dia 28/10/2002 - Matéria atualizada em 28/10/2002 às 00h00

São Paulo – Em pronunciamento feito ontem à noite, o candidato derrotado à Presidência da República, José Serra (PSDB), disse que respeitava a voz soberana dos eleitores que escolheram para os próximos quatro anos seu adversário para governar o país. “Gostaria de agradecer aos 30 milhões de votos que obtive em todo o Brasil, em todos os Estados brasileiros. Aos 30 milhões de eleitores que acreditaram em nossas propostas e projetos”, disse. Serra desejou ainda boa sorte ao presidente eleito. “Ao vencedor, desejo boa sorte na condução dos destinos do nosso Brasil. Desejo boa sorte no cumprimento, nos destinos do Brasil e nas promessas e compromissos de campanha”, disse. O candidato do PSDB também agradeceu o presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, pela maneira como se comportou durante a campanha eleitoral, ao governador reeleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao presidente nacional do PSDB, José Aníbal, e a sua vice, Rita Camata (PMDB). “Gostaria de saudar o presidente Fernando Henrique Cardoso pela absoluta isenção e imparcialidade no processo eleitoral”, disse. Serra perdeu 8 quilos durante a corrida presidencial, mas sai da disputa com o respeito e a admiração de eleitores e do comando da campanha tucana. “Se o Serra não tivesse sido o guerreiro que foi e não tivéssemos mais acertado que errado em todo este tempo, teríamos sido o Dr. Ulysses desta eleição”, resume o coordenador do programa de governo do candidato tucano e prefeito de Vitória, Luiz Paulo Vellozo Lucas.

Mais matérias
desta edição