app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

ELEITO TEVE APOIO DE EX-PREFEITO

Ninguém consegue mais encontrar o ex-prefeito Junior Alcântara em Palestina, depois que ele ficou foragido e foi denunciado de ser o chefe de uma organização criminosa que roubou, pelo menos, R$ 762 mil dos cofres municipais. Uma investigação minuciosa do

Por | Edição do dia 24/02/2013 - Matéria atualizada em 24/02/2013 às 00h00

Ninguém consegue mais encontrar o ex-prefeito Junior Alcântara em Palestina, depois que ele ficou foragido e foi denunciado de ser o chefe de uma organização criminosa que roubou, pelo menos, R$ 762 mil dos cofres municipais. Uma investigação minuciosa do Gecoc apontou que a suposta quadrilha chefiada por Junior praticou apropriação de bens, rendas públicas ou desvio de dinheiro em 100 ocasiões. A equipe composta por seis secretários municipais, quatro integrantes da comissão de licitação, dois assessores e dois empresários também é acusada de fraudar licitações por seis vezes, falsificar documentos 31 vezes, usar documentos falsos 33 vezes e cometer falsidade ideológica seis vezes. Total da incidência criminosa: 176 vezes, incluindo ainda peculato, furto e formação de quadrilha.

Mais matérias
desta edição