app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Política

Presidente do PTN some e deixa nove candidatos sem poder prestar contas

Os nove candidatos do PTN, que concorreram ao cargo de deputado estadual, nas eleições de seis de outubro, ainda não prestaram contas da campanha porque alegam que o presidente do partido em Alagoas, Elias Barros, desapareceu e não informou os valores do

Por | Edição do dia 05/11/2002 - Matéria atualizada em 05/11/2002 às 00h00

Os nove candidatos do PTN, que concorreram ao cargo de deputado estadual, nas eleições de seis de outubro, ainda não prestaram contas da campanha porque alegam que o presidente do partido em Alagoas, Elias Barros, desapareceu e não informou os valores do material repassado para eles na campanha, a fim de que eles possam preencher o formulário do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). “Desde o término da campanha que ele sumiu e ainda não conseguimos entrar em contato, para saber informações sobre esses valores. O pior é que o prazo para prestar contas junto à Justiça Eleitoral encerra-se amanhã (hoje) e ainda não regularizamos a situação”, disse um dos candidatos, sem querer se identificar. Desorientados Além de o presidente do PTN não ter dado as informações necessárias, os candidatos afirmam que eles também não foram orientados sobre como fazer a prestação. “Estamos nos sentindo prejudicados, por causa disso”, disse outro candidato. Segundo afirmaram também, foram distribuídos 65 mil “santinhos” para cada um dos nove candidatos e é justamente o valor gasto com esse material que eles querem saber. “Se não sabemos quanto foi, como vamos colocar no sistema de prestação de contas?”, perguntou um dos candidatos que também não quis se identificar. “Além desse descaso, o partido nos forneceu esse material apenas dez dias antes do dia da votação, sem que pudéssemos distribuir com nossos eleitores antecipadamente. Nessa história toda, nós é quem fomos os maiores prejudicados”, reclamou. Vale lembrar que Elias Barros concorreu ao pleito deste ano como candidato ao governo do Estado. Já os nove candidatos a estadual foram: Marcelão, Siloel Vitor, Jefferson Simões, Lenilson, Expedito Suíca, Erivaldo Paulino, Jurandir Dias, Raul Amorim e Gregório Caldas.

Mais matérias
desta edição