app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Política

Surpresa para coordenadores

O desafio de Suplicy surpreendeu a representante de Graziano no seminário, Maya Takagi, uma das autoras do programa Fome Zero, porque na véspera o senador e o coordenador tinham lançado um documento conjunto em que defendiam ações que combinassem o cartão

Por | Edição do dia 07/11/2002 - Matéria atualizada em 07/11/2002 às 00h00

O desafio de Suplicy surpreendeu a representante de Graziano no seminário, Maya Takagi, uma das autoras do programa Fome Zero, porque na véspera o senador e o coordenador tinham lançado um documento conjunto em que defendiam ações que combinassem o cartão de alimentação com a manutenção de programas já em curso com transferência de dinheiro e a implementação de projetos duradouros como reforma agrária e geração de emprego. Maya foi chamada por Suplicy para subir ao palco. Agradeceu “as sugestões do colega Suplicy”. A professora acrescentou apenas que, “como esclarecimento”, gostaria de informar que os cartões de alimentação são uma complementação aos programas de transferência direta de dinheiro. Ela lembrou que a equipe de transição está aberta a sugestões durante um mês e meio. Suplicy, que só tinha 15 minutos para o pronunciamento, falou durante quase uma hora e, ao final, foi aplaudido de pé pela platéia de 500 pessoas. O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Enrique Iglesias, disse ontem que a instituição está disposta a ajudar no programa de combate à miséria, Fome Zero. Iglesias, que se encontrou com Lula ontem à noite em São Paulo, evitou, no entanto, dizer se já há recursos disponíveis para esse apoio.

Mais matérias
desta edição