app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Política

Siqueira destaca encontro de portadores de defici�ncia

O vereador Gerônimo Siqueira justificou sua ausência durante o período de 30 de outubro a 2 de novembro, dando conta de que esteve participando do 13° Encontro Nacional de Portadores de Deficiência Física, que aconteceu em Brasília. Ele salientou que, de

Por | Edição do dia 07/11/2002 - Matéria atualizada em 07/11/2002 às 00h00

O vereador Gerônimo Siqueira justificou sua ausência durante o período de 30 de outubro a 2 de novembro, dando conta de que esteve participando do 13° Encontro Nacional de Portadores de Deficiência Física, que aconteceu em Brasília. Ele salientou que, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há 22 milhões de pessoas no País portadoras de algum tipo de deficiência física. Segundo Siqueira, em Alagoas há 454 mil pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 14,5% do total no País. Gerônimo Siqueira, que preside a entidade nacional dos deficientes (a Onedef), e também a de Alagoas (Adefal), afirmou, ainda, que a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal aprovou para o próximo ano R$ 6 milhões, que deverão ser destinados às chamadas “oficinas protegidas” das entidades que trabalham com deficientes físicos no País. Segundo o vereador, há 68 entidades no Brasil que atendem portadores de deficiências físicas na área motora. O vereador explica que o valor destinado aos deficientes, R$ 6 milhões, é rateado entre as entidades pela Coordenação Nacional para Integração das Pessoas Portadoras de Deficiência, que repassa o dinheiro depois de analisar as propostas previstas nos projetos remetidos à coordenação pelas entidades que trabalham com deficientes em todo o País. A respeito da entidade local, Siqueira ressalta que a maioria das pessoas portadoras de deficiência motora é analfabeta, mas não improdutiva. A Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), deve receber do total desses recursos o montante de R$ 42 mil, que serão destinados à construção e implantação de hortas comunitárias em cinco municípios onde a entidade mantém núcleos descentralizados.

Mais matérias
desta edição