app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

MP recebe documentos da Sefaz sobre repasses

O procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, deve concluir nesta terça-feira a análise dos documentos referentes aos repasses suspeitos feitos pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa (ALE). Como a Gazeta mostrou há cerca de um mês, até março, a ALE

Por | Edição do dia 14/05/2013 - Matéria atualizada em 14/05/2013 às 00h00

O procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, deve concluir nesta terça-feira a análise dos documentos referentes aos repasses suspeitos feitos pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa (ALE). Como a Gazeta mostrou há cerca de um mês, até março, a ALE tinha recebido cerca de R$ 10 milhões a mais que o previsto em seu orçamento deste ano. Repasses a mais do governo aos deputados ocorrem desde 2010, fim do primeiro mandato do governador Teotonio Vilela (PSDB). Até agora, foram mais de R$ 40 milhões acima da previsão oficial. Após a denúncia, o Sindicato dos Policiais Civis (Sindpol) entrou com uma representação no Ministério Público Estadual, para investigar os repasses. E depois de instaurar procedimento formal de apuração, o chefe do MP deu prazo de 15 dias para que a Secretaria da Fazenda (Sefaz) enviasse as informações. “Para não escolher um prazo aleatório, optamos pelo prazo que é dado quando numa demanda judicial. É o prazo que a lei estabelece para que a parte demandada apresente sua defesa. Foi o parâmetro que escolhemos”, explicou Jucá.

Mais matérias
desta edição