app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Política

MST pressiona petistas por assentamento

Brasília – O MST e outras sete entidades ligadas ao movimento pela reforma agrária entregaram documento de oito páginas à equipe do presidente eleito, Luiz Inácio  Lula da Silva (PT), com uma pauta  emergencial para ser executada no  primeiro semestre de

Por | Edição do dia 29/11/2002 - Matéria atualizada em 29/11/2002 às 00h00

Brasília – O MST e outras sete entidades ligadas ao movimento pela reforma agrária entregaram documento de oito páginas à equipe do presidente eleito, Luiz Inácio  Lula da Silva (PT), com uma pauta  emergencial para ser executada no  primeiro semestre de 2003. O documento, encaminhado ontem, pede o assentamento de todos os agricultores acampados no país e estabelece metas concretas a serrem cumpridas pelo futuro governo. Pelo levantamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), existem atualmente no Brasil 75 mil famílias agricultores acampadas. Foi pedido também a inclusão deste agricultores no Projeto Fome Zero. Mesmo que todos os acampados sejam assentados, o movimento afirma que as invasões não irão parar à medida que a demanda por terras aumente.

Mais matérias
desta edição