app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5728
Política

Estado vai pagar transportadores escolares

A Procuradoria-geral do Estado (PGE) anunciou, ontem, ter autorizado a liberação de recurso para garantir o pagamento de transportadores escolares que, em protesto, cruzaram os braços para cobrar uma solução ao impasse, deixando milhares de alunos sem tra

Por | Edição do dia 16/05/2015 - Matéria atualizada em 16/05/2015 às 00h00

A Procuradoria-geral do Estado (PGE) anunciou, ontem, ter autorizado a liberação de recurso para garantir o pagamento de transportadores escolares que, em protesto, cruzaram os braços para cobrar uma solução ao impasse, deixando milhares de alunos sem transporte. O pagamento, segundo a PGE, será realizado na próxima segunda-feira, por meio de indenização. De acordo com o governador Renan Filho (PMDB), em 2007, o transporte escolar custava para os cofres públicos estaduais R$ 17 milhões, enquanto que, em 2014, este número quase triplicou, chegando a R$ 56 milhões. “O que nós fizemos? Municipalizamos uma grande parte. Hoje, mais de 70% da rede é municipalizada no que tange ao transporte. Fizemos uma grande economia para investir na Educação”, destacou Renan Filho, durante solenidade de entrega de computadores portáteis à Polícia Militar. CASOS ISOLADOS O governador também afirmou que o problema enfrentado pelos transportadores escolares não seria uma realidade presente em todo o Estado. “Atualmente, apenas 30% do Estado tem transporte pago pelo governo, por meio da Secretaria de Educação. Além disso, não paramos todo o transporte relativo a esses 30%. Nosso objetivo é o estudante na escola. Faremos de tudo para isso acontecer. Se tivermos um ônibus parado, este problema precisa ser corrigido”, disse Renan.

Mais matérias
desta edição