app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Política

Promotores rebatem cr�ticas da ALE ao FPI

As críticas dos deputados estaduais ao trabalho que o Ministério Público Estadual (MP) tem realizado na Fiscalização Integrada Preventiva da Bacia do Rio São Francisco (FPI) não foram bem recebidas pelos promotores da Vara do Meio Ambiente, Alberto Fonsec

Por | Edição do dia 04/06/2015 - Matéria atualizada em 04/06/2015 às 00h00

As críticas dos deputados estaduais ao trabalho que o Ministério Público Estadual (MP) tem realizado na Fiscalização Integrada Preventiva da Bacia do Rio São Francisco (FPI) não foram bem recebidas pelos promotores da Vara do Meio Ambiente, Alberto Fonseca e Lavínia Fragoso, que coordenam os trabalhos. Ao saberem que os deputados consideraram as ações – que visam à saúde pública e à preservação do meio ambiente – um “ataque a pequenos comerciantes”, os promotores de Justiça se disseram surpresos, já que todas as operações se basearam na legislação ambiental. Conforme relataram por meio da assessoria do MP, o trabalho da FPI deve ter repercussões positivas, a partir de agora, pois todos os flagrantes podem ser solucionados, desde que haja interesse do poder público e ainda dos respectivos proprietários. Além disso, de acordo com os promotores, os graves problemas encontrados atingem diretamente a saúde da população, já que as condições de abate e produção de alguns gêneros alimentícios extrapolavam o mínimo exigido de higiene e cuidados. Segundo os promotores, longe de significar perseguição ou gerar problemas para o comércio local, as ações visam garantia de qualidade de vida e segurança para os moradores da região na hora de pagar para consumir os produtos.

Mais matérias
desta edição