app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Política

Militares aceitam reajuste de 5%

Longe da tensão que moveu as categorias militares, no último acordo firmado com o governo do Estado, no começo do ano, a assembleia de ontem, para decidir sobre o reajuste salarial da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Alagoas, transcorreu em clima d

Por | Edição do dia 04/07/2015 - Matéria atualizada em 04/07/2015 às 00h00

Longe da tensão que moveu as categorias militares, no último acordo firmado com o governo do Estado, no começo do ano, a assembleia de ontem, para decidir sobre o reajuste salarial da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de Alagoas, transcorreu em clima de absoluta tranquilidade. A proposta de 5% de aumento, apresentada pelo governo foi aceita e o movimento operação-padrão, deflagrado na semana passada, foi suspenso. O reajuste será pago apenas em dezembro, sobre o salário vigente no período. Neste mês de julho está garantido, segundo compromisso do governo, o pagamento da segunda parcela – 6,84% – do acordo fechado no início do ano, sobre reajustes concedidos e não pagos no governo passado – e que também levou a tropa ao aquartelamento, na época. Desse acordo, restarão, ainda, duas parcelas, de 5% cada uma, a serem pagas em janeiro e abril de 2016. Na negociação encerrada ontem, sobre o reajuste salarial deste ano, também ficou acertado que, independente desses percentuais do acordo antigo, os militares das duas corporações terão novo reajuste salarial assegurado, com base na inflação do período, em dezembro de 2016, e nos mesmos índices concedidos às demais categorias civis, em 2017 e 2018.

Mais matérias
desta edição