app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Política

CUT afirma que repasses do FPE para AL cresceram

Encabeçando o Movimento Unificado que desde maio tenta negociar o reajuste dos servidores públicos do Estado, pelo menos no índice de reposição da inflação medida pelo IPCA - 6,41% - a Central Única dos Trabalhadores (CUT) contesta os números divulgados p

Por | Edição do dia 23/07/2015 - Matéria atualizada em 23/07/2015 às 00h00

Encabeçando o Movimento Unificado que desde maio tenta negociar o reajuste dos servidores públicos do Estado, pelo menos no índice de reposição da inflação medida pelo IPCA - 6,41% - a Central Única dos Trabalhadores (CUT) contesta os números divulgados pelo governo Renan Filho (PMDB), que em entrevista, na última terça-feira, apontou uma perda de receita de R$ 20 milhões, referente aos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE). De acordo com a avaliação da CUT, as informações do governo do Estado não batem com os dados do Tesouro Nacional. “A arrecadação do FPE cresceu quase R$ 109,5 milhões, correspondendo a um incremento superior a 8% nos últimos seis meses. Onde está a queda dos R$ 20 milhões divulgada pelo governo”, indaga o dirigente da CUT, Izac Jacson. Segundo ele, o governo quer apontar essa queda comparando o mês de maio de 2015 com o mês de junho. “Isso é uma aberração. Avaliação de dados econômicos não é coisa para amadores. O governo está mal assessorado na avaliação técnica das finanças do Estado, ou rodeado de inimigos dos servidores públicos”, destaca o sindicalista, argumentando que a avaliação, para ser correta, tem que comparar períodos iguais - ou seja, maio de 2015 com maio de 2014. Apresentando um quadro da arrecadação do FPE, mês a mês, no primeiro semestre deste ano e comparando com o mesmo período do ano passado, a CUT destaca que o único momento em que foi registrada queda de arrecadação no exercício de 2015 em relação a 2014 foi no mês de fevereiro - um déficit de aproximadamente R$ 7,5 milhões.

Mais matérias
desta edição