app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Política

Servidores ocupam secretaria

Os servidores administrativos da rede estadual de Educação entram em greve a partir de hoje, conforme decidido durante assembleia realizada no início da semana. A paralisação envolve vigilantes, agentes administrativos, merendeiras, motoristas, profission

Por | Edição do dia 25/07/2015 - Matéria atualizada em 25/07/2015 às 00h00

Os servidores administrativos da rede estadual de Educação entram em greve a partir de hoje, conforme decidido durante assembleia realizada no início da semana. A paralisação envolve vigilantes, agentes administrativos, merendeiras, motoristas, profissionais multimídias e secretários escolares, além de profissionais de serviços diversos. Ontem, eles invadiram a sede da Secretaria de Estado da Educação, no Cepa, com o objetivo de se reunir com o secretário Luciano Barbosa, mas a ocupação não surtiu efeito. As categorias têm uma pauta extensa de reivindicações. Além de reajuste salarial de 15%, eles também pedem a realização de concurso público e de cursos de capacitação, além do pagamento de vale-transporte, insalubridade e periculosidade. A retomada do projeto que visa à conclusão do ensino médio pelos profissionais também está entre as exigências. “Do total de 5.500 servidores que atuam, hoje, na educação estadual, 1.400 pessoas não têm o ensino médio. Oitocentas não concluíram, sequer, o primário. O aumento do nível de escolaridade é importante porque promove a valorização dos trabalhadores e a melhoria dos serviços desempenhados nas escolas”, afirmou o representante do Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar da Rede Estadual de Educação de Alagoas, Daniel Calisto.

Mais matérias
desta edição