app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5736
Política

Estado investe R$ 16 mi em amplia��o do Pratagy

O governador Renan Filho (PMDB) assinou, ontem, ordem de serviço para a segunda etapa da ampliação do Sistema Pratagy-Meirim. A obra foi iniciada em 2014 com o intuito de melhorar o sistema de abastecimento de água em Maceió. Orçado em mais de R$ 16 milhõ

Por | Edição do dia 07/08/2015 - Matéria atualizada em 07/08/2015 às 00h00

O governador Renan Filho (PMDB) assinou, ontem, ordem de serviço para a segunda etapa da ampliação do Sistema Pratagy-Meirim. A obra foi iniciada em 2014 com o intuito de melhorar o sistema de abastecimento de água em Maceió. Orçado em mais de R$ 16 milhões, com recursos provenientes do Ministério das Cidades, a expectativa é que o projeto seja concluído no prazo de 12 meses. “Essa segunda etapa vai melhorar o abastecimento dos bairros da parte alta da capital. É água de qualidade que vai atender a população de 115 mil pessoas que residem no Tabuleiro e Cidade Universitária. Trata-se de uma obra muito importante, com recursos do PAC e contrapartida do governo do Estado, que vai garantir reserva de 2,3 milhões de litros de água”, declarou Renan Filho. Além de levar água de qualidade à região que mais cresce em população em Maceió, o governador mencionou outros benefícios trazidos pela obra, como o fim do hábito de usar poços, a redução de contaminação, o fortalecimento da saúde pública e o impacto nos custos para a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), que também serão reduzidos. O Sistema Pratagy-Meirim será custeado pelo Ministério das Cidades, como parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. No entanto, a obra que terá aproximadamente 10.600 metros de adutoras e sub-adutoras, uma estação elevatória, com reserva total de 2.300 metros cúbicos será coordenada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura. Para a secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado, é necessário investir em obras de abastecimento de água para evitar um colapso no abastecimento da capital. “Essa obra trará uma água de melhor qualidade para a população. E água de qualidade representa ganho significativo em saúde”, destacou a secretária.

Mais matérias
desta edição