app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Política

TJ afasta vereadores em Joaquim Gomes

O desembargador do Tribunal de Justiça James Magalhães determinou, ontem, que os oito vereadores suspeitos de receber propina da Prefeitura de Joaquim Gomes devem ser afastados dos cargos, mantendo a decisão da Câmara do município. Os suplentes assumem os

Por | Edição do dia 18/08/2015 - Matéria atualizada em 18/08/2015 às 00h00

O desembargador do Tribunal de Justiça James Magalhães determinou, ontem, que os oito vereadores suspeitos de receber propina da Prefeitura de Joaquim Gomes devem ser afastados dos cargos, mantendo a decisão da Câmara do município. Os suplentes assumem os cargos. De acordo com os advogados dos vereadores suplentes, Carlos Alcântara e José Edson Araújo, o desembargador James Magalhães aceitou o agravo de instrumento ao ser informado que o vídeo que mostra o suposto recebimento de propina é ‘verdadeiro’. Os advogados destacaram que um detalhado laudo da Polícia Federal comprova que o vídeo não é falsificado, como chegou a ser classificado pelos vereadores suspeitos. Eles relataram que os vereadores devem seguir afastados até o julgamento do mérito. Há dois meses, o promotor de Justiça Carlos Davi Lopes Correia Lima informou que os oito vereadores que foram presos numa operação desencadeada em 2014, além do ex-prefeito de Joaquim Gomes, Toinho Batista (PSDB), foram denunciados por vários crimes, entre eles, organização criminosa e desvio de recursos públicos.

Mais matérias
desta edição