app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5736
Política

ALE deve debater o problema

A maioria dos deputados de Alagoas e Sergipe apoia as manifestações das prefeituras dos dois Estados, até porque os parlamentares dependem das lideranças municipais para manter as bases políticas deles. As duas casas legislativas prometem realizar sessões

Por | Edição do dia 23/08/2015 - Matéria atualizada em 23/08/2015 às 00h00

A maioria dos deputados de Alagoas e Sergipe apoia as manifestações das prefeituras dos dois Estados, até porque os parlamentares dependem das lideranças municipais para manter as bases políticas deles. As duas casas legislativas prometem realizar sessões públicas para discutir a crise e buscar saídas econômicas que envolvem prefeituras, governos estaduais e o federal. Um dos principais articuladores de uma sessão pública para discutir a crise nas prefeituras de Alagoas na Assembleia Legislativa Estadual (ALE) é o deputado Inácio de Loiola (PSB), também integrante da Mesa Diretora da Casa. Ele quer uma sessão publica com os prefeitos, governador e um representante do governo federal. A sessão ainda não tem data marcada, mas tem que acontecer logo. “Temos que trabalhar juntos com os prefeitos. Hoje as prefeituras têm a responsabilidade de executar os programas federais. Por conta da crise, os repasses de recursos sofreram contingenciamento e nas cidades os setores produtivos também sentem os efeitos da recessão. Sem dinheiro, as prefeituras têm que demitir e fazer cortes para manter o salário em dia e a máquina funcionando. Não tem outra saída”, disse Inácio Loiola, que já foi prefeito da cidade de Piranhas, município do Sertão distante 280 quilômetros de Maceió e a família dele tem base política nas cidades do sertão alagoano.

Mais matérias
desta edição