app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Política

Estado exonera pessoal comissionado

A edição de hoje do Diário Oficial do Estado deve trazer a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados no quadro de pessoal do funcionalismo. As renomeações devem ocorrer gradualmente, já a partir de amanhã, num total de 5.828 cargos de confi

Por | Edição do dia 01/09/2015 - Matéria atualizada em 01/09/2015 às 00h00

A edição de hoje do Diário Oficial do Estado deve trazer a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados no quadro de pessoal do funcionalismo. As renomeações devem ocorrer gradualmente, já a partir de amanhã, num total de 5.828 cargos de confiança, dos quais 2.700 comissionados. Eles representarão um custo para a gestão estadual de pouco mais de R$ 6 milhões. Esse valor, porém, segundo o próprio governo do Estado, era ainda maior no início do ano, o que provocaria um impacto na folha de pessoal de R$ 7,8 milhões. Com o corte de 30%, o que correspondeu a uma economia de R$ 1,8 milhão, o governo do Estado acredita que, agora, deixou a máquina mais leve e funcional. Com as mudanças baseadas na Lei Delegada 47, que viabilizou a construção de um novo organograma, o governador Renan Filho (PMDB) quer dar agilidade e transparência às ações do governo. De acordo com o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, não é uma exoneração, mas sim recondução para a nova realidade administrativa do Estado. “O fato novo é que existem conceitos e princípios que se baseiam na ética, transparência e contato com a sociedade. As secretarias estarão organizadas na formulação, que terá como responsável o secretário e seus técnicos; a função meio, formada pelos servidores efetivos; e finalística, onde será o efeito da ação para a população”, detalhou Farias.

Mais matérias
desta edição