app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Política

Guilherme Palmeira acredita que governo FHC est� envolvido em epis�dio de invas�o

O ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União, Guilherme Palmeira, disse ontem que acredita no envolvimento do governo federal no episódio de invasão ao escritório da Lunus (da governadora do Maranhão, Roseana Sarney), mas acha que ninguém

Por | Edição do dia 06/03/2002 - Matéria atualizada em 06/03/2002 às 00h00

O ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União, Guilherme Palmeira, disse ontem que acredita no envolvimento do governo federal no episódio de invasão ao escritório da Lunus (da governadora do Maranhão, Roseana Sarney), mas acha que ninguém pode provar. “Não foi da parte do presidente Fernando Henrique”, acrescentou. Palmeira não acredita em um rompimento do seu antigo partido, o PFL, com o governo. Segundo ele, apesar dos pefelistas terem sido afetados com a busca e apreensão de documentos na empresa Lunus, o incidente será superado. “O PFL e o governo vão terminar encontrando uma saída. Isso é importante para o país”, declarou. Para o ex-senador alagoano, o rompimento pode levar a perdas maiores. Crise Os presidentes regionais do PFL, entre eles o deputado federal Thomaz Nonô (AL), reuniram-se ontem à tarde com o Diretório Nacional do partido, para discutir a crise com o governo. A governadora Roseana Sarney também ficou de participar do encontro. Amanhã os pefelistas vão dizer ao presidente Fernando Henrique Cardoso se continuam ou não apoiando o governo. Se a resposta for negativa, eles devem entregar dois ministérios. O vice-presidente do PFL em Alagoas, deputado estadual Rogério Teófilo, disse que o partido aguarda um desfecho desse caso e o resultado final sobre a verticalização das coligações – anunciada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – para definir suas alianças em âmbito estadual. “A partir da próxima semana, teremos um perfil jurídico das eleições. Daí começam a se fechar as articulações de natureza política”, observou. Para Rogério Teófilo, as denúncias que envolvem a empresa de Roseana Sarney devem ser esclarecidas. “Eu defendi isso também em outros momentos, como no caso do senador Antônio Carlos Magalhães”, acrescentou. Segundo o parlamentar alagoano, se o Ministério Público e a Polícia Federal não conseguirem provar irregularidades da governadora, ela terá um ganho político.

Mais matérias
desta edição