app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Política

Prefeitura busca empr�stimo e impostos de sonegadores

Os primeiros dez dias de setembro confirmam a previsão pessimista da arrecadação municipal abaixo do esperado. O prefeito Rui Palmeira (PSDB) quer recompor a queda orçamentária com a execução das dívidas dos contribuintes. “A prefeitura assinou convênio c

Por | Edição do dia 13/09/2015 - Matéria atualizada em 13/09/2015 às 00h00

Os primeiros dez dias de setembro confirmam a previsão pessimista da arrecadação municipal abaixo do esperado. O prefeito Rui Palmeira (PSDB) quer recompor a queda orçamentária com a execução das dívidas dos contribuintes. “A prefeitura assinou convênio com o Tribunal de Justiça de Alagoas para acelerar a execução dos devedores de impostos. Além disso, a prefeitura vai participar do mutirão da conciliação fiscal junto com o governo do Estado, com o mesmo objetivo: melhorar a arrecadação fiscal”, disse. Rui Palmeira quer fechar o ano com arrecadação perto de R$ 2,2 bilhões, conforme o previsto para o orçamento de 2015. Atualmente, os órgãos de arrecadação municipal falam em deficit de quase R$ 300 milhões. Porém, este deficit deve ser recomposto ao volume previsto com a cobrança de quase R$ 600 milhões de impostos devido pelos contribuintes. A outra forma que Rui Palmeira quer adotar para recompor o orçamento é através de empréstimo externo. Mas a presidente Dilma Rousseff, orientada pelos ministros da área econômica, não quer autorizar novas dívidas porque, segundo a presidente, os empréstimos vão comprometer ainda mais a dívida externa dos Estados, municípios e da União, que seria fiador dos gestores. O “não” de Dilma, na verdade, foi para a maioria das 5,5 mil prefeituras que está no sufoco e quer adotar medida semelhante.

Mais matérias
desta edição