app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Política

Partidos ‘nanicos’ buscam filiados para as elei��es

Enquanto a minirreforma política não se consolida, os partidos sabem que têm que correr contra o tempo para garantir novas filiações. Quanto à troca de legendas colocar em risco os que ainda exercem mandato, somente com a sanção da presidente Dilma Rousse

Por | Edição do dia 20/09/2015 - Matéria atualizada em 20/09/2015 às 00h00

Enquanto a minirreforma política não se consolida, os partidos sabem que têm que correr contra o tempo para garantir novas filiações. Quanto à troca de legendas colocar em risco os que ainda exercem mandato, somente com a sanção da presidente Dilma Rousseff é que ficará claro o prazo para que ocorra sem provocar perdas de mandatos. O que se sabe, até o momento, é que serão dados 30 dias de prazo para que o “troca-toca” ocorra, entretanto, desde que os ocupantes tenham no mínimo três anos na legenda. O desenho desse novo cenário já passou pela discussão na Câmara dos Deputados, mas ainda falta a palavra final. É o que pode, inclusive, determinar o futuro político do ex-prefeito e atual deputado federal Cícero Almeida (PRTB), que já há muito tempo tem demonstrado seu desconforto com o partido. Entretanto, não só para o seu partido, mas também para os integrantes do G-8, entre eles o PHS, PTdoB e o PTC, Almeida é uma força que não pode ser desprezada. Mas precisa se adequar ao projeto coletivo de poder que os mentores do G-8 estão articulando desde o início do ano. Na semana passada, as lideranças do partido estiveram na Gazeta relatando o “novo modelo” de política que querem promover neste momento. Segundo o jornalista Paulo Memória, presidente estadual do PTC, a “missão”, no momento, é identificar novas lideranças, ajustar interesses para que seja criada uma “Nova Via para Alagoas”.

Mais matérias
desta edição