app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Política

Assembleia s� deve votar or�amento em mar�o

Mesmo o governo tendo ampla maioria na Assembleia Legislativa Estadual (ALE) e trabalhando nos bastidores pela aprovação do orçamento 2016, tudo indica que a matéria, que está pendente de análise desde dezembro, só seja submetida a votação em março. No P

Por | Edição do dia 23/02/2016 - Matéria atualizada em 23/02/2016 às 00h00

Mesmo o governo tendo ampla maioria na Assembleia Legislativa Estadual (ALE) e trabalhando nos bastidores pela aprovação do orçamento 2016, tudo indica que a matéria, que está pendente de análise desde dezembro, só seja submetida a votação em março. No Palácio República dos Palmares, o governador Renan Filho (PMDB) se recusa a negociar espaço no governo com a base. Isto porque quer se manter fiel à proposta administrativa que desvincula política do espaço de gestão. Por outro lado, a Mesa Diretora da ALE quer empurrar para o governo o pagamento de R$ 1 milhão/mês do Imposto de Renda descontado dos servidores da Casa. Além disso, a ALE ainda tenta recompor os cortes do duodécimo. O imbróglio é tão grande que a pauta está trancada para novos projetos encaminhados pelo Executivo. Pelo menos até que os vetos governamentais sejam submetidos à apreciação dos parlamentares. Vale lembrar que entre os vetos estão matérias polêmicas, aprovadas por ampla maioria do Legislativo, a exemplo do Plano Estadual de Educação e Escola Livre, venda de bebidas nos estádios, entre outros. Conforme a Gazeta apurou, o líder do governo, deputado Ronaldo Medeiros, que está com o pé no PMDB, tenta construir um acordo que garanta a manutenção dos vetos, a fim de garantir a união da bancada governista. O problema é que entre os parlamentares não há consenso sobre se a apreciação dos vetos deva ser feita com voto aberto ou fechado, como determina o Regimento Interno da ALE.

Mais matérias
desta edição