app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Política

Alagoas ter� 1 milh�o e 600 mil eleitores aptos

O presidente do TRE/AL, desembargador Jairon Maia Fernandes, estima que estarão aptos para votar nas eleições gerais cerca de 1 milhão e 650 mil eleitores alagoanos. Um crescimento abaixo de 10%, em relação ao pleito de 2000. O TRE faz um alerta à popul

Por | Edição do dia 10/03/2002 - Matéria atualizada em 10/03/2002 às 00h00

O presidente do TRE/AL, desembargador Jairon Maia Fernandes, estima que estarão aptos para votar nas eleições gerais cerca de 1 milhão e 650 mil eleitores alagoanos. Um crescimento abaixo de 10%, em relação ao pleito de 2000. O TRE faz um alerta à população de Alagoas para não deixar para resolver suas pendências com a Justiça Eleitoral na última hora. Termina no dia 8 de maio o prazo para requisição de título e transferência de domicílio eleitoral, segundo prevê a lei eleitoral. Este prazo, no entanto, é para quem pretende votar nas eleições de 2002. Pedidos de alistamento e transferência também serão aceitos pelos cartórios após o mês de maio, mas os títulos novos só vão valer para as eleições de 2004. “Só será possível afirmar o número exato de eleitores que teremos no dia 6 de outubro, após o término do prazo para alistamento eleitoral. Muita gente ainda irá requerer títulos e transferência domiciliar nos cartórios da Justiça Eleitoral. O crescimento do eleitorado, em relação ao pleito de 2000, só não será maior devido à revisão de títulos realizada em 21 municípios do Estado, cujo contigente de eleitores era superior a 65% da população. Milhares de documentos foram cancelados pelo TRE, porque os titulares não compareceram para se recadastrar”, esclareceu Jairon Maia. Documentos Para o alistamento eleitoral, o requerente deverá se dirigir ao cartório eleitoral e apresentar prova de identidade, bem como do cumprimento das obrigações relativas ao serviço militar obrigatório. O cidadão deverá ter, no mínimo, 16 anos, nacionalidade brasileira e estar munido de um ou mais dos seguintes documentos: carteira de identidade, certidão de quitação do serviço militar e certidão de nascimento ou casamento. De acordo com o quadro de eleitores publicado pelo Tribunal, Alagoas possui 1. 527.090 pessoas aptas a votar. Nas últimas eleições, em outubro de 2000, o número era de 1.522.250. Maceió é o município de maior colégio eleitoral (374.439), seguido de Arapiraca (93.347), Palmeira dos Índios (36.626), Rio Largo (33.547) e União dos Palmares (30.260). A cidade com menos eleitores continua sendo Pindoba (2.158), seguida de Mar Vermelho (2.817) e Feliz Deserto (2.825). Pré-candidatos O pouco crescimento do eleitorado nos últimos 12 meses é um dado que interessa aos pré-candidatos a deputado. Seus partidos e coligações poderão ter um coeficiente de votos menor para atingir, comparado com as previsões que se faziam até agora. Na última disputa pelas vagas da Assembléia Legislativa e da Câmara Federal, em 1998, o Estado possuía 1.383.600 eleitores. O crescimento até agora foi de 143.490, que representa cerca de 10%. Até as próximas eleições de outubro, daqui a sete meses, os cartórios receberão novos pedidos de inscrição e não estão previstas novas revisões nos municípios. Mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fará, em âmbito nacional, pelo menos um batimento dos títulos de eleitores.

Mais matérias
desta edição