app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Política

Governo pode ser processado por servidores

Os servidores da Assembléia Legislativa do Estado se reúnem hoje pela manhã para discutir o que fazer contra a falta de pagamento dos salários de dezembro/2001. A decisão mais provável da categoria é ajuizar uma ação no Tribunal de Justiça contra o govern

Por | Edição do dia 15/03/2002 - Matéria atualizada em 15/03/2002 às 00h00

Os servidores da Assembléia Legislativa do Estado se reúnem hoje pela manhã para discutir o que fazer contra a falta de pagamento dos salários de dezembro/2001. A decisão mais provável da categoria é ajuizar uma ação no Tribunal de Justiça contra o governo do Estado, para forçá-lo a repassar os recursos. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Legislativo, Aroldo Loureiro, os vencimentos de dezembro não foram pagos pela Mesa Diretora da Assembléia porque o governo reteve, no ano passado, o último duodécimo. A retenção, de acordo com o Executivo, foi para compensar o Imposto de Renda e as contribuições do Ipaseal que Assembléia deixou de recolher para o Estado. Os servidores da ALE têm o apoio da Mesa Diretora para ajuizar uma ação na Justiça. O presidente da Casa, deputado Antônio Albuquerque (PTB), disse que não tem como pagar os salários de dezembro se o Executivo não repassar o duodécimo. Os funcionários já possuem outras ações no Tribunal de Justiça cobrando o pagamento de outros atrasados, a exemplo de três folhas e meia de 1996. Na reunião de hoje pela manhã, marcada para as 9 horas, na sede do Sindicato, os servidores da Assembléia também vão discutir esses atrasados e o pagamento de outros passivos trabalhistas, tais como a Unidade de Referência Padrão (URP) e a Trimestralidade.

Mais matérias
desta edição