app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Política

Ruptura com Arraes � p�blica

O governador Ronaldo Lessa também comentou sobre sua briga pública com o presidente nacional reeleito do PSB, deputado federal Miguel Arraes (PE). Lessa chegou a admitir a possibilidade de deixar a sigla, em contato com a imprensa durante visita às obras

Por | Edição do dia 21/01/2004 - Matéria atualizada em 21/01/2004 às 00h00

O governador Ronaldo Lessa também comentou sobre sua briga pública com o presidente nacional reeleito do PSB, deputado federal Miguel Arraes (PE). Lessa chegou a admitir a possibilidade de deixar a sigla, em contato com a imprensa durante visita às obras do Aeroporto Zumbi dos Palmares, antes do encontro com o secretário Robevaldo Davino. “Pode até ser possível, porque do jeito que as coisas vão... Enquanto existem pessoas construindo esse doutor Arraes, que entrou no partido cinco anos depois de mim, só deixa problemas. Me diga o que ele fez além desse neto?”, ironizou o governador, se referindo a Eduardo Campos, também deputado federal e líder do PSB na Câmara. A visita às obras faz parte de uma estratégia do governador de nos próximos 15 dias conferir, de perto, todas as construções que vêm sendo realizadas no Estado. Ele lembrou que espera cumprir o cronograma e entregar a obra do aeroporto em dezembro. Já na Secretaria de Defesa Social, o governador voltou a falar das disputas internas, mas defendendo um processo de construção do partido. Indagado se sua possível saída do PSB ocorrerá depois da eleição deste ano, Lessa preferiu ser brando. “Eu espero que isso mude e que essa conduta de intervenção, efetivamente antidemocrática, seja descartada. Isso não é socialismo. Não adianta dizer uma coisa e agir de forma completamente diferente”, analisou o governador. Lessa relembrou o processo de construção do PSB, onde juntamente com Jamil Haddad e Antônio Houaiss (já falecido) houve a conquista da identidade do partido e sua trajetória ideológica. Segundo explicou, as mudanças de direção ocorreram com a condução do atual líder Miguel Arraes. (MR)

Mais matérias
desta edição