app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Política

Governo anuncia programa��o financeira

O governo do Estado anunciou a programação financeira do Estado para o segundo trimestre com déficit de R$ 1,4 milhão, que deverá ser compensado nos meses posteriores. A Secretaria da Fazenda estima obter, de abril a junho, uma receita de R$ 388,5 milhões

Por | Edição do dia 10/04/2002 - Matéria atualizada em 10/04/2002 às 00h00

O governo do Estado anunciou a programação financeira do Estado para o segundo trimestre com déficit de R$ 1,4 milhão, que deverá ser compensado nos meses posteriores. A Secretaria da Fazenda estima obter, de abril a junho, uma receita de R$ 388,5 milhões, para cobrir desembolsos na ordem de 389,9 milhões. A maior despesa será com a folha de pagamento dos servidores, que consumirá R$ 147,7 milhões, incluindo os encargos sociais. As parcelas de pagamento da dívida pública, que o governo vem tentando reduzir com a renegociação, vão somar, nos próximos três meses, R$ 64,2 milhões. Isto dá uma média de R$ 21,5 milhões por mês, que representa menos de 15% da receita total. O maior desembolso será neste mês de abril, quando serão repassados R$ 25,8 milhões à União. Recursos O montante destinado para o custeio e manutenção dos órgãos estaduais é de R$ 24,9 milhões. A exemplo de trimestres anteriores, as pastas que mais terão recursos são a Polícia Militar (R$ 2,9 milhões), Secretaria de Educação (R$ 2,4 milhões), Secretaria de Saúde (R$ 1,9 milhão), Secretaria de Comunicação (R$ 1,9 milhão) e Secretaria de Defesa Social (R$ 1,3 milhão). A Secretaria da Fazenda também publicou ontem, no Diário Oficial do Estado (DOE), o relatório resumido da execução orçamentária, referente ao primeiro bimestre deste ano. A divulgação dos dados, que também seguem para análise do Tribunal de Contas, é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Além do Executivo estadual, estão obrigados a publicar relatórios o Tribunal de Justiça, Ministério Público, Assembléia Legislativa, prefeituras e câmaras municipais.

Mais matérias
desta edição